Variedades & Tecnologia

Ler o Filme ou ver o Livro?

Hoje, depois de postar em uma rede social a capa de um filme que gosto muito, que já vi várias vezes, e que cheguei até ele após ler o livro do grande Umberto Eco, fui surpreendido com um daqueles comentários que sempre ouvimos a respeito de livros que são adaptados para a telona. O comentário era: “Um dos melhores livros que li, o filme não é tão bom”. É uma forma brincalhona esse trocadilho, do título da coluna de hoje, mas, muitas coisas acabam trocadas e não colocadas nos devidos lugares em vários casos e, nos filmes, baseados em livros, não poderia ser diferente. Claro que é apenas uma base que os diretores usam para lançar na telona os sucessos das livrarias. Não acredito que seja algum tipo de restrição do autor da obra escrita, ou será que isso também pode acontecer?

filme-ou-livro

O que acho interessante é que realmente muita coisa é mudada e o comentário entre o público é, em 99% dos casos, o mesmo: “prefiro mil vezes o livro”. É complicado, acredito, para um diretor resumir muitas páginas em apenas 2 horas de filme, mais ou menos. O grande caso e a grande queixa, de todos com quem converso, é quando personagens centrais são trocados, alterando ou não o desenrolar da trama.

Um exemplo de fidelidade foi mostrado no filme “o Caçador de Pipas”, baseado no romance de Khaled Hosseini, onde o diretor segue realmente os fatos do livro, é claro, sem tempo para contar toda a trama escrita, mas, com uma forma muito especial de passar para a tela a história que foi relatada no livro. Acredito que vale sempre ler e assistir para que debates como esses nunca terminem.

O-caçador-de-pipas

A leitura é importantíssima em todas as idades e os comentários após um filme, também em todas as idades, é de grande valia. Quem não fica contente quando, ao voltar para casa depois de uma sessão de cinema, o filho, empolgadíssimo, volta contando, perguntando e dando exemplos a respeito de um filme? E os encontros com amigos para discutir as ideias do autor que foram escritas séculos e séculos atrás?

Não podemos deixar de lado um ou outro. Ler e assistir filmes fazem parte da vida de todos e, quando se trata do mesmo título, os debates são ótimos para o crescimento cultural de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *