Cultura & Entretenimento

Mostra Quentin Tarantino acontece no CCBB

Ele despontou para o cinema mundial tarde, para os padrões da indústria. No início da década de 90, o mundo vivia a expansão da cena independente através da música e do cinema, seguindo o espírito “faça?você?mesmo”, herdado do movimento punk. Foi neste ambiente que aquele sujeito que escrevia roteiros num balcão de locadora se transformou num importante diretor de cinema. E lá se vão 20 anos de carreira. Em 2013, Quentin Tarantino completou 50 anos de vida e o Centro Cultural Banco do Brasil revisita sua obra com a exibição de 19 filmes, sendo 17 longas e 2 curtas, em seu formato original e em película.

Pela primeira vez no Rio de Janeiro, a mostra Quentin Tarantino ocupa o CCBB de 17 a 29 de julho mostrando a evolução da obra como diretor e roteirista. Com curadoria de Natalia Mendonça e produção da Jurubeba Produções, promove uma imersão completa na filmografia ágil e impactante do cinema deste autor, que influenciou e continua influenciando novos cineastas, utilizando roteiros não lineares, diálogos bem estruturados e violência.

Por curiosidade, Tarantino não estudou cinema de maneira formal. Ele trabalhava como atendente numa videolocadora quando vendeu os roteiros de Amor à Queima Roupa (1993) e Assassinos por Natureza (1994), saindo então do anonimato para se tornar um cineasta ímpar. “O negócio dele é misturar tudo com tudo”, escreveu o crítico de cinema Luiz Zanin. “É um liquidificador cultural”. O grande momento veio em 1994 quando Pulp Fiction – Tempo de Violência ganhou o Oscar de melhor roteiro e a palma de ouro no Festival de Cannes. Desde então os filmes de Tarantino passaram a ser apreciados também pela excelente trilha sonora.

A mostra contará com 36 sessões de cinema, com todos os filmes exibidos duas vezes, em diferentes horários. Uma excelente oportunidade para assistir em 35mm a clássicos como Cães de Aluguel (1992), Um Drink no Inferno (1995), Jackie Brown (1997), Sin City ? A Cidade do Pecado (2005), e as duas partes de Kill Bill (2003 e 2004).

[easyrotator]erf_7_1373088072/erc_32_1373088107[/easyrotator]

A programação inclui também o pouco conhecido Dance me to the End of Love, um filminho de seis minutos lançado em 1995, onde Tarantino participa como ator e roteirista. Também está lá o curta metragem brasileiro Tarantino`s Mind, de 2006, uma comédia de 15 minutos com Seu Jorge e Selton Mello num bar falando sobre as possíveis ligações entre os personagens dos filmes do criador norte?americano.

Adquirindo o cine passe do CCBB por R$ 6,00 (ou R$ 3,00 a meia) é possível assistir a todos os filmes da mostra, basta apresentar o cartão na bilheteria e trocar pelo ingresso. O público também poderá trocar gratuitamente três entradas dos filmes por um catálogo?livro contendo ficha técnica completa de todos os filmes de Tarantino como realizador, roteirista e também ator, além de textos críticos sobre a sua obra.

[easyrotator]erf_7_1373088072/erc_32_1373088146[/easyrotator]

Serviço
Mostra “Quentin Tarantino”
Data: 17 a 29 de julho de 2013
Confira a programação completa em www.mostraquentintarantino.com.br
Local: Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB-Rio)
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3808-2020
Ingressos: cine passe do CCBB R$ 6,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *