Dicas & Destinos

O Paraíso Inca de Machu Picchu

.

A antiga cidadela Inca é um dos locais mais evocativos e mágicos das Américas.

 

A pequena cidade-fortaleza fica entre dois picos de montanha nos Andes subtropicais, é cercada por uma vegetação densa e frequentemente fica envolta pela névoa, o  que acaba ampliando a atmosfera misteriosa do lugar. As extraordinárias construções de pedra confirmam as incríveis habilidades dos Incas há mais de 600 anos – grandes e muitos blocos de granito foram encaixados com tamanha perfeição, que entre eles, não há nem mesmo espaço para uma lâmina de faca.

Para a sorte de toda humanidade, Machu Picchu não foi achada pelos conquistadores espanhóis que levaram a destruição ao continente no século 16.  Totalmente invisível para quem estava na parte baixa, as ruínas da cidadela resistiram e ficaram mantidas no esquecimento por longos anos até ser redescoberta em 1911 pelo arqueólogo norte-americano Hiram Bingham. Para se ter uma noção da sua extraordinária posição, basta caminhar um pouco ao redor das ruínas. Quer radicalizar um pouco? Então suba até o Wayna Picchu, o pequeno pico além da cidade, e se delicie com vistas estonteantes, vale a pena!

Machu Picchu fica a quatro horas de trem de Cusco, uma colorida e agitada cidade colonial, ou quatro dias de caminhada pela Trilha Inca até o antigo sítio. Cusco é uma cidade com ruas de pedra, animados mercados com produtos têxteis de lindos tons, museus e cafés, o que torna o lugar uma delícia para passar alguns dias relaxando e se adaptando aos efeitos da altitude. Se quiser, vá além e conheça as cidadezinhas por perto. Existem várias saídas para estes passeios. Faça também uma viagem de trem pelo fértil Vale Sagrado, o celeiro da civilização Inca onde milho, frutas e legumes crescem em abundância .

A base para quem quer visitar o sítio arqueológico é a cidadezinha de Aguas Calientes e se você quer ter a melhor imagem de Machu Picchu, trate de madrugar. O ideal é chegar bem cedinho, ao amanhecer, para você entender porque este é um dos lugares mais fascinantes de todo o planeta.

Como chegar e circular

Machu Picchu fica cerca de 80km de Cusco. Saindo de Lima para Cusco, o voo dura 2 horas. De Cusco para Aguas Calientes, a viagem de trem dura cerca de 4 horas e os preços variam conforme o padrão do vagão. Já a Trilha Inca, dura em média 3 a 4 dias a pé, saindo de Cusco.

Clima

Junho em Cusco é seco e com bastante sol. A altitude mantém o clima fresco em torno de 13°C, mas à noite faz um friozinho.

Hospedagem e Alimentação

Existem boas opções de hospedagem em Aguas Calientes. Desde os hotéis mais simples e básicos até mesmo os mais sofisticados e exclusivos, que dão direito a entrada no parque alguns minutos antes de sua abertura.

A cozinha peruana se baseia em arroz e feijões servidos com carne. Porquinho-da-índia ou cui e quinua são especialidades locais.

Inti Raymi ou Festa do Sol

No dia do solstício de inverno, os antigos incas homenageavam o Deus-Sol e sacrificavam uma lhama para assegurar uma boa colheita no ano seguinte. O Festival pagão foi reprimido pelos invasores espanhóis, mas agora foi retomado e é um dos mais espetaculares da América do Sul. Em 24 de junho, Cusco celebra por uma semana o Festival do Sol. O tema central da Festa do Sol é o agradecimento ao Sol por sua glória e a de seu povo, os Incas. Hoje faz-se apenas um sacrifício simbólico da lhama, em Cusco. A Festa do Sol certamente modificou-se muito desde que era realizada entre os Incas. Perdeu sua solenidade e já não existe nenhum inca para mobilizar os espíritos. Mas aqueles que pensam que o culto solar existe apenas como folclore ou atração turística se enganam. Certamente esta tradição foi embelezada e popularizada, muito diferente da austera imagem que tinha entre os incas inicialmente.

Dicas importantes

  • Quando for fechar sua viagem, peça para o agente reservar no seu trecho aéreo para Cusco, uma poltrona junto à janela. Desta forma você vai poder apreciar o espetacular cenário Andino.
  • A altitude é um fator que pode deixar alguns viajantes meio nauseados. Evite fazer muito esforço no primeiro dia em Cusco. Evite também comer comidas gordurosas e ingerir álcool. Mantenha-se hidratado e tome chá de coca para combater o mal-estar.
  • Sua intenção é fazer a Trilha Inca? Então, faça logo sua reserva, pois existem leis que restringe o número de pessoas na trilha ao mesmo tempo. Na alta temporada, o ideal é fazer esta reserva três meses antes. Não se esqueça também de que é necessário ter um bom condicionamento físico para encarar os 12 quilômetros diários nestes quatro dias. Os pernoites da Trilha Inca são em acampamentos ou abrigos, nada de carregar badulaques e objetos de valor.
  • Evite ir na época das chuvas, de janeiro a março.
  • A vacina contra febre amarela não é mais obrigatória, mas é recomendável.
Agora é só aproveitar o melhor de Machu Picch e voltar com as baterias recarregadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *