Dicas & Destinos

Quais são as vacinas que preciso tomar antes de viajar para o exterior?

Sabemos que viajar exige planejamento e muita atenção para fugir de roubadas, mas muitas vezes nos distraímos e acabamos deixando escapar alguns detalhes importantes. Um deles é relacionado a vacinas. A grande maioria dos viajantes iniciantes se prende apenas à vacina contra a febre amarela como necessária para viajar pelo mundo e, boa parte deles, descobre que não é bem assim da pior maneira possível. Então, pensando nisso e seguindo a dica de uma amiga e leitora assídua daqui do Embarque na Viagem, resolvi reunir algumas informações sobre vacinas mais comuns para nossos amigos viajantes não serem pegos de surpresa por esse mundão. Afinal, saber qual tipo de vacina tomar e com qual antecedência é muito importante.

Alguns países exigem certificado de vacinação internacional contra certas doenças. Como existem particularidades para cada país, recomendamos que você entre em contato com o consulado ou embaixada do país que deseja visitar para confirmar as informações.

Alguns aeroportos internacionais possuem uma seção de saúde onde é possível fazer algumas vacinas. Os aeroportos de Campinas (SP), Guarulhos (SP) e Galeão (RJ), por exemplo, são alguns deles. Lembrando que algumas vacinas devem ser tomadas com antecedência, como a da hepatite A (duas doses no intervalo de um mês) e a da febre amarela (10 dias antes da viagem). Por isso, não deixe para a última hora!

Confira atentamente no quadro abaixo as principais recomendações para alguns roteiros:

Vacina contra a Febre Amarela

A vacina contra a febre amarela tem validade de 10 anos, a contar a partir de 10 dias da data de vacinação. Isto significa que você deve tomar a vacina no mínimo 10 dias antes do embarque (nunca depois) para que ela já esteja válida no dia da viagem.

Confira aqui quais são os países que exigem vacina contra a febre amarela

Para comprovar que recebeu a vacinação, você deve solicitar o Certificado Internacional de Vacinação (CIV) em postos da ANVISA, localizados em portos, aeroportos e fronteiras. Para isso, basta apresentar a sua carteira de vacinação nacional. A emissão do CIV não possui custos.

Não é necessário enviar o comprovante de vacinação junto com a solicitação do visto. Você deve apenas apresentá-lo à Imigração ao chegar no país de destino.

Consulte exigências por país e locais para emissão do Certificado Internacional de Vacinação no site da Anvisa, pelo Disque Saúde (0800-61-1997) ou consulte o consulado do país que pretende visitar.

Fonte: Agência Nacional de Vigilância Sanitária-ANVISA e Egali.

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *