Dicas & Destinos

Você visitaria um antigo campo de concentração?

Por: Daniella Barbosa

Visitar campos de concentração e de extermínio é um programa bastante popular, por mais estranho que pareça. O mais famoso deles é Auschwitz, na Polônia, que em 2012 recebeu 1,43 milhão de visitantes.

Há quem ache um programa um tanto deprimente visitar um lugar onde milhares de pessoas perderam suas vidas de uma forma tão brutal. Alguns classificam como turismo do terror, turismo de guerra ou ainda turismo mórbido. Rótulos a parte, visitar um antigo campo de concentração pode ser sim um passeio bastante interessante, a atmosfera não é das mais leves e você não vai sair do passeio dando pulos de alegria, mas se você gosta de história certamente dará muito valor a essa experiência.

Repare na foto abaixo. Dá pra imaginar que um lugar tão bucólico assim já foi um campo de concentração? Esse é o campo de concentração de Neuengamme, localizado a 50 minutos de Hamburgo, no norte da Alemanha. A sensação é de estar ali foi como visitar um grande e muitíssimo silencioso cemitério.

Esse-é-o-campo-de-concentração-de-Neuengamme

Agora imagine visitar um antigo campo de concentração acompanhado de um grupo de alemães, que tal? Visitei Neuengamme pela primeira vez na companhia do meu irmão, meses depois um grupo formado por amigos de diversas nacionalidades me convidou para visitar novamente o lugar, o passeio foi organizado por jovens alemães. Falar sobre a 2º Guerra Mundial e os campos de extermínio na Alemanha de hoje não é mais um tabu como muita gente imagina, principalmente entre a nova geração. Para os mais velhos, ainda é um assunto bastante delicado, mas a juventude reconhece os erros cometidos no passado e acreditam que lugares como Neuengamme devem ser preservados, como uma espécie de alerta a humanidade para que nada semelhante volte a acontecer.

Entre 1938 e 1945, Neuengamme foi o maior campo de concentração nazista no noroeste da Alemanha. Cerca de 42,900 prisioneiros de Neuengamme morreram durante a guerra e no processo de evacuação do campo. Em junho de 1945, o Governo Militar Britânico transformou o lugar em uma prisão temporária para membros da SS e demais funcionários do regime nazista.

Na sequência, grande parte do Campo de Neuengamme passou a ser usado como prisão regular que esteve em funcionamento até meados de 2006, quando finalmente foi desativada e o local transformado em memorial.

Hoje, o visitante tem a chance de conhecer a exibição permanente com um rico acervo histórico e ainda fazer uma visita pelas dependências do campo na companhia de um guia ou sozinho com o auxílio de um áudio guia.

Mapa---antigo-campo-de-concentração

Como chegar:
Na estação central de HauptBahnHof em Hamburgo, pegue o trem S21 ou S2 até a estação de Bergedorf. De lá pegue o ônibus 227 ou o 327 e desça na parada KZ-Gedenkstätte (Ausstellung).

9 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *