Dicas & Destinos

Ipojuca tem Porto de Galinhas e muito mais. Você sabia?

Há opções para todos os gostos nas praias de Ipojuca, ainda mais tentadoras na baixa temporada

Porto de Galinhas é a praia mais conhecida do município de Ipojuca, em Pernambuco, mas não é a única. De banhistas a surfistas profissionais, turistas de todas as idades e estilos podem curtir 11 opções que satisfazem tanto quem busca sossego e contemplação quanto os apreciadores de esportes náuticos e da natureza selvagem. São 18 quilômetros de praia, de Camboa ao Pontal de Maracaípe, com areias brancas, coqueirais e mar de água cristalina e morna. A temperatura média é de 28º C.

Aprecie o roteiro da boa vida praiana, ainda mais exclusiva e tentadora no período de baixa temporada.

  • Borete

Borete fica situada no trecho entre a Vila e os hotéis. Sem a proteção de arrecifes e com ondas mais altas, a região é muito procurada por surfistas e é muito movimentada nas proximidades dos empreendimentos hoteleiros.

  • Cacimbas

Cacimba é o nome de um recipiente para armazenar água, o que, nesta praia, materializa-se em uma piscina natural de água transparente e cercada por recifes, que pode ser acessada a poucos passos da cadeira ou do guarda-sol. Isso torna Cacimbas um lugar perfeito para o banho de mar durante a maré baixa. Outro atrativo são as grutas esculpidas em um banco de rochas pela força do mar. Vale a pena levar máscara e snorkel para conferir essa obra de arte da natureza.

  • Camboa

Praia semideserta de areia branca, que tem um coqueiral e um mangue em seu 1,5 quilômetro de extensão. Camboa é uma palavra tupi que significa “águas tranquilas”. Está localizada no encontro entre o rio Ipojuca e o mar.

  • Cupe

Com 4 quilômetros de extensão, reúne os praticantes de esportes, visitantes que buscam a tranquilidade das piscinas naturais e os adeptos do turismo ecológico. Outra característica diferenciada é que, em alguns trechos, Cupe é ponto de desova e local de eclosão dos ovos de tartarugas marinhas.

  • Enseadinha

É possível tomar banho de rio e de mar, passear de jangada, de lancha e caiaque. A Enseadinha é indicada para quem gosta de fazer caminhadas e deve ser visitada em grupo.

  • Maracaípe

Paraíso dos surfistas. Assim é conhecida Maracaípe, sede de campeonatos nacionais e internacionais por conta de suas ondas altas e águas bem claras. Seu nome deriva de duas palavras tupis: maracá significa som e ípe é rio, o que forma a expressão “o som do rio”. Indicado apenas para caminhar ou circular de buggy.

  • Muro Alto

Praia perfeita para famílias com crianças por causa das piscinas naturais formadas entre a areia e uma barreira de corais. Represada, a água cristalina e morna torna-se um lago de água salgada e sem ondas, onde as crianças podem brincar sem preocupações ou em pequenos barcos a vela e caiaques.

  • Pontal de Maracaípe

No final de Maracaípe começa o Pontal, uma praia com faixa de areia para caminhada, bancos de corais, mar calmo e muitos coqueiros. Há aulas de kitesurfe, passeios de lancha, caiaque e de jangada para ver cavalos marinhos e nadar na água salgada ou doce.

  • Porto de Galinhas

Eleita por dez vezes consecutivas a melhor praia do Brasil pela revista Viagem & Turismo, está no centro de tudo e é a mais badalada da região. Seus 4 quilômetros de areia branca e batida, coqueiros e águas mornas também reúnem toda a infraestrutura de bares, restaurantes, supermercados e lojas de artesanato, em ruas pelas quais só circulam pedestres. Os hits da praia são as piscinas naturais, onde a sensação é a de estar dentro de um verdadeiro aquário de águas transparentes e peixes coloridos.

  • Serrambi

Praia sossegada e com boa estrutura de serviços. Um lugar perfeito para descansar e relaxar nas piscinas naturais e fazer uma caminhada no fim da tarde. Também há espaço para os esportes náuticos como surfe, caiaque, windsurfe, passeios de lancha, jet ski e mergulho autônomo. Um dos passeios leva até a ilha de Santo Aleixo, onde é possível ver destroços de naufrágios.

  • Toquinho

Outra praia pouco conhecida pelos turistas e que tem barreira de recifes, areia branca e batida, piscinas naturais e trechos de mar agitado. O nome vem dos tocos de coqueiros, já que a região tinha uma fazenda da fruta nos anos 70. No entorno há condomínios de luxo e, na orla, bares que servem petiscos, bebidas e água de coco. A praia é a última da região e delimitada pelo rio Sirinhaém, que separa Ipojuca do município de Tamandaré.

Sobre a Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas

Entidade privada sem fins lucrativos, a AHPG foi criada no início de 1992 e representa os principais hotéis e resorts de Porto de Galinhas. Quinto destino em turismo de lazer mais visitado do país no ranking das operadoras, e o primeiro do Estado de Pernambuco, apresenta uma oferta hoteleira de 13 mil leitos. Além de belas praias e piscinas naturais, o destino oferece esportes náuticos, uma gastronomia sofisticada, rico artesanato e muitas opções de entretenimento. Por dez anos consecutivos, Porto de Galinhas foi considerada a melhor praia do Brasil pelos leitores da revista Viagem & Turismo. Em 2011, tornou-se Top of Mind entre as praias do País.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *