Variedades & Tecnologia

Nova Zelândia aprova permissão de trabalho remunerado para intercambistas com vistos de estudante

 

O governo da Nova Zelândia anunciou novas regras, que permitem que intercambistas com vistos de estudante possam trabalhar até 20 horas por semana no país. A nova regra é válida a partir de janeiro de 2014 para os cursos com duração de mais de 14 semanas.

As escolas da Nova Zelândia oferecem suporte para o estudante conseguir um trabalho, com orientação gratuita para preparar o currículo, dicas de onde procurar emprego e técnicas de entrevista. As vagas são para estágio e trabalho, sendo que para diversas áreas de atuação não é necessário fazer o IELTS, o teste de língua inglesa mundial. O salário médio é de 13 dólares neozelandêses por hora.

A sede de Auckland da Languages International oferece a possibilidade de combinar o estudo de inglês com atividades esportivas e turismo de aventura em um dos mais belos países do mundo.

A sede de Auckland da Languages International oferece a possibilidade de combinar o estudo de inglês com atividades esportivas e turismo de aventura na Nova Zelândia.

“Para o estudante, essa é uma excelente oportunidade de incrementar a renda enquanto aprende um novo idioma”, comenta a gerente de produto da CI, Luiza Viana. “Os alunos que tiverem este visto poderão trabalhar em meio período, por até 20h semanais. Assim, não precisam fazer o exame IELTS”. Na CI existem opções de cursos de inglês em diversas cidades no país, com valores a partir de USD 235,00, e passagens aéreas a partir de USD 1199,00.

A CI que já oferece programas de estudo e trabalho no Canadá, Estados Unidos e Austrália, orienta o aluno ainda no Brasil para a emissão do visto. Para mais informações acesse: www.ci.com.br/languagesinternational ou ligue para (11) 2110-7460.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *